Profile
Dois gatinhos presos dentro de um saco e abandonados em uma estrada foram salvos por um cachorro em Des Moines, no Estado americano de Iowa.
 
Há três meses os gatinhos, batizados de Skipper e Tipper, foram abandonados junto com outros três filhotes dentro de um saco fechado em uma estrada rural, segundo o canal de televisão local WHOTV.
O saco foi atropelado por veículos que passavam e três filhotes morreram. No entanto, dois sobreviveram.
 
Um cachorro que passava pela estrada viu o saco, o pegou cuidadosamente e levou de volta para a casa de sua dona. Ele não parou de ganir até que sua dona abriu o saco.
 
O instinto do cachorro foi de cuidar e não de matar os gatinhos. Com todo o sangue, alguns cães teriam respondido ao cheiro. Reagan, o cachorro, é um herói', afirmou Linda Blakely, do abrigo de animais Raccoon Valley Animal Sanctuary, que recebeu os gatinhos.
 
A dona de Reagan podia ouvir os miados fracos dos dois gatinhos sobreviventes mas, quando abriu o saco, viu que Tipper e Skipper estavam em meio a muito sangue e partes dos outros gatinhos que morreram.
 
Sobreviventes
Os filhotes de gato estavam fracos demais quando foram encontrados e, a cada duas horas, tinham que ser alimentados com a ajuda de uma mamadeira.
 
A dona de Reagan entregou os dois para o abrigo de animais para que fossem tratados. Linda Blakely não tinha certeza se sobreviveriam devido ao péssimo estado em que chegaram.
 
Três meses depois, Skipper e Tipper estão recuperados, saudáveis e normais, segundo a WHOTV.
 
E, depois da divulgação do caso no site do canal de televisão de Iowa, o caso dos dois gatinhos ficou famoso e a história recebeu um grande número de acessos na página da WHOTV. O abrigo de animais diz que tem recebido propostas de adoção de Skipper e Tipper vindas de toda parte do mundo.
 
Do Brasil à Inglaterra, da Noruega à Holanda, passando pelo México e em todos os Estados Unidos, é muito bom quando as pessoas agradecem pelo trabalho que você faz', contou Linda Blakely.
 
O abrigo Raccoon Valley também publicou a história dos gatinhos em sua página no Facebook e mais de 50 pessoas enviaram pedidos para adotá-los. No entanto, até o momento, Blakely ainda não encontrou o dono ideal.
 
'Não concordamos com adoção (animais de estimação) com base em decisões emocionais. Queremos ter certeza de que as pessoas entendam que é um compromisso para a vida toda e que estes dois vão precisar de cuidados adequados durante 20 anos', disse.