O Que Fazer?
 
ATROPELAMENTO
O domingo está perfeito, com sol, churrasco na beira da piscina, amigos e familiares chegando. Então, alguém deixa o portão aberto e o Rex decide visitar Laika do outro lado da rua. O pior acontece: um carro se aproxima, o cão está no meio da rua e pronto!
 
O que fazer em uma situação como esta? Afinal seu cão está ali deitado no meio da rua, inconsciente e com ferimentos pelo corpo.
 
O primeiro passo é manter a calma e agir o mais rápido possível. Peça que alguém vá tirando o carro da garagem para que o animal seja levado ao médico veterinário, que já terá sido contactado por outra pessoa.
 
Lembre-se que seu cão é seu melhor amigo e que você o ama, mas ele estará sentindo muita dor e agirá por instinto, tentando se proteger e evitar mais dor. Por isso, colocar uma mordaça feita com tiras de tecido ou uma corda é fundamental.
 
Caso seu animal esteja inconsciente verifique se está respirando. Mantenha as vias respiratórias livres de secreções ou sangue.
 
Se perceber algum sangramento, faça compressão com um pano limpo. Caso seja nos membros, faça um torniquete.
 
Se você constatar fraturas, procure imobilizá-las com talas de papelão, latão ou qualquer outro material leve e flexível.
 
Tente manter seu animal imóvel, pois poderão existir lesões internas.
 
Ao transportá-lo, tente colocar um anteparo, uma maca improvisada para minimizar os riscos de causar mais lesões.
 
Leve seu cão ao veterinário o mais rápido possível, para que ele receba tratamento intensivo.