Calcule com bom senso a quantidade de comida.
 
Uma das maiores preocupações dos proprietários de cães deve ser com a qualidade da alimentação fornecida aos seus melhores amigos. Muitas são as dúvidas 
 
que surgem quando o assunto é alimentação e nutrição de cães. O hábito de fornecer alimentos industrializados é recente em nosso país, se comparado com diversas outras nações e muitas pessoas ainda fornecem comida caseira a seus animais.
 
Mas qual a melhor comida, a caseira ou a ração?
Quanta vez deve dar comida ao meu cão?
Ração úmida ou seca?
Até quando devo dar ração de filhote?
 
Muitas pessoas dão comida caseira aos seus cães, pensando na economia e na relação afetiva que têm com seus animais. Estudos comprovam que a comida caseira acaba sendo até 100% mais cara se levarmos em consideração o tempo gasto para o preparo, custos do cozimento e ainda a dificuldade de se balancear corretamente as doses de ingredientes necessárias para uma saúde perfeita dos animais de estimação.
 
 
Lembre-se: 
carinho e afeto não são suficientes para uma saúde perfeita.
 
Hoje, o mercado de rações oferece ao consumidor uma variedade enorme de produtos, que variam de acordo com a qualidade das matérias-primas envolvidas em sua fabricação. Conseqüentemente, o preço também vai variar.  A ração pode ser na forma de alimentos úmidos, secos ou semi-úmidos.
 
A grande vantagem das rações é a certeza de você, ao escolher uma marca de boa qualidade, estar fornecendo ao seu animal de estimação todos os elementos essenciais à manutenção de uma boa qualidade de vida e do bem estar do animal, pois estes elementos estarão balanceados e apresentados de uma forma na qual serão facilmente absorvidos pelo seu pet. 
Rações secas são sempre melhores que outros petiscos e guloseimas existentes no mercado, mesmo quando filhote o ideal é o fornecimento da ração seca para estimular a dentição e até mesmo a troca dentária do seu cãozinho. As rações Úmidas e bifinhos são meros agrados para serem fornecidas vez ou outra como forma de recompensa, como dito antes somente a ração tem as os nutrientes necessários para manutenção de uma vida saudável para seu animal, o fornecimento de muitas outras coisas alem disso somente estará desbalanceando a alimentação e favorecendo uma possível obesidade e com ela seus agravantes como principal a diabetes. 
Procure uma ração de boa qualidade e que se adéqüe ao seu padrão de vida, rações mais caras com melhores origens de proteínas conseqüentemente farão com que seu animal coma menos, rações mais genéricas com baixas taxas de proteína necessitam que seu cão coma grandes quantidades para sua manutenção, então se colocado na ponta do lápis o barato às vezes sai caro!
A quantidade de alimentação diária deve ser de 3 a 4 vezes ao dia quando filhote, podendo quando adulto passar a apenas 1 ou 2 vezes, sempre buscando fracionar a quantidade indicada na embalagem da ração que você comprou, é lei e todas as rações fornecem a quantidade estimada de ração por tamanho e peso do animal. Não exceda esse valor, pois você afetará a saúde de seu animal, por mais que você ache pouca à quantidade, aquela é a ideal para o cão!
A ração para filhote pode ser fornecida até que ele atinja um tamanho de pelo menos 3/4 do tamanho adulto, ou seja, você fornecera por um pequeno período para animais de pequeno porte e por um período mais longo para animais de grande porte. Para os Boiadeiros australianos este tempo é por volta de 8 meses.
Sempre leve seu cão periodicamente ao veterinário e solicite algumas dicas quanto à alimentação e quantidade ideais, para avaliar se seu cão não esta acima do peso!