Antes de trazer o seu novo filhote para casa, equipe-se com todos os itens necessários.
 
Quando estiver planejando a aquisição de um cachorrinho, não se esqueça de que ele vai querer brincar com sapatos, meias, livros, poltronas, portas ou qualquer outra coisa, se não tiver brinquedos que possa mordiscar.
 
É extremamente importante para ele morder, quando, por volta dos seis meses, seus dentes definitivos começarem a nascer. É melhor se o seu filhote se ocupar de brinquedos que foram feitos - e adquiridos - para este fim.
 
Você vai encontrá-los em vários tamanhos, formas e cores. Entretanto, seu pequeno cão vai brincar com o que lhe parecer atraente, sem se preocupar com a possibilidade de se machucar.
 
Na hora da compra, certifique-se de que o brinquedo não tenha partes metálicas, que não seja feito com material sintético e, o mais importante, que seja apropriado para o tamanho de seu filhote.
 
É provável que brinquedos para morder sejam os mais importantes, já que seu bebê-cachorro será uma máquina de mastigar. Mas este não é o único item necessário para recebê-lo bem.
A primeira noite 
É natural que o seu filhote estranhe a casa nova, principalmente se for muito novinho. Mas a falta dos irmãos e da mãe não é motivo para que ele não se sinta à vontade. Procure deixá-lo confortável, abrigado do frio / vento e, se necessário, em local com alguma supervisão. Se possível, o ideal é que ele já durma num local definitivo. 
Procure não mimá-lo demais, correndo para confortá-lo toda vez que ele chorar, pois ele vai aprender a chamar toda vez que quiser a sua atenção. 
Às vezes, uma luz acesa, um rádio, ou um tic-tac de relógio podem fazer o filhote se sentir mais seguro. Não há nada de errado em permitir que o seu filhote fique no seu quarto, ou até na sua cama, se você quiser desde que isso seja sempre permitido. Perder uma regalia pode ser bastante duro para um filhote. 
Cuidados com o Filhote 
Procure restringir o acesso do filhote somente aos locais permitidos, especialmente quando não houver supervisão de adultos. Às vezes, algo que nos parece bobagem pode ser perigoso para um filhote. Lembre-se que os filhotes são curiosos! 
Muito cuidado com batidas de porta (podem ser até fatais), janelas abertas, parapeitos, varandas, degraus, escadas (principalmente as com degrau vazado), tomadas, fios elétricos, ralos, vasos sanitários. Palha de aço, esponjas e plásticos em geral, são muito perigosos se ingeridos, e os problemas mais comuns em áreas rurais são os venenos e as plantas nocivas. Muito cuidado também com a horta e com adubos em jardins 
Importante:
•    Não saia de casa com o seu filhote antes que a imunização esteja completa. Consulte o seu veterinário sobre a data em que o filhote poderá sair para o seu primeiro passeio.
•    Não deixe de re-vacinar o seu filhote nas datas previstas, e procure sempre o veterinário de sua confiança para fazê-lo. É recomendável uma consulta mensal de rotina, para o acompanhamento ideal do crescimento do filhote. Depois de adulto, a cada 6 meses