Um dia você percebe que seu amigo já não brinca com a mesma disposição, e os pêlos estão brancos ao redor do focinho e dos olhos. Você percebe que ele procura se isolar, ficar quieto no seu canto preferido.
 
Seu animal de estimação, seu companheiro de todas as horas, chegou à terceira idade. Ele agora é um pet idoso!
 
Em Medicina Veterinária costumamos se usar o termo "paciente geriátrico" para definir aqueles animais que já estão no terço final de suas vidas, a terceira idade.
 
Quando meu cão poderá ser considerado um paciente geriátrico?
Os cães têm basicamente três  fases de vida, a infância, a fase adulta e a terceira idade. 
 
A infância vai do nascimento até o primeiro ano de vida, que também coincide com o início da maturidade sexual, da aptidão à reprodução.
 
A fase adulta começa entre os 12 e 15 meses de idade e termina no início da terceira idade ou fase geriátrica. Esta afirmação pode parecer óbvia, mas devemos lembrar que o início desta fase não é igual para todos os cães.
 
Inicialmente temos que levar em consideração a duração média de vida dos cães, que varia de acordo com vários fatores. Um dos mais importantes é o porte do seu cão. Cães de porte grande têm uma tendência natural a viver menos tempo que cães de pequeno porte.
 
Outro fator que temos de levar em conta é a qualidade de vida de seu animal durante toda a vida: vacinação, vermífugação, controle de pulgas e carrapatos, controle do verme do coração, alimentação e visitas regulares ao médico veterinário.
 
No conceito de qualidade de vida é preciso verificar a função do animal de estimação - companhia, guarda, trabalho ou caça - pois o desgaste físico é diferente dependendo da função que exerce 
Para o Boiadeiro Australiano o tempo para a senilidade ou cão geriátrico varia bastante, sendo considerado uma das raças mais longevas, na qual tivemos exemplares que morreram com 29 anos, e tem um grande grau de rusticidade, suporta bastante o trabalho pesado e sendo bem acompanhado pode render muito tempo de trabalho e companhia até que os primeiros sinais da terceira idade apareçam. E você irá notar pelos próprios hábitos de rotina do seu cão, alem do bom acompanhamento veterinário que será capaz de detectar no inicio os primeiros sintomas.
A idade é uma coisa certa e que virá a todos, cabe a nós curtir cada momento da vida de nosso animal sem pensar nos problemas que a idade pode trazer e sim pensar nos momentos bom em que já passaram e irão passar juntos!