Profile
Os Blue Heelers têm grande interesse em atividades e ao trabalho, o que facilita o processo de treinamento. Em primeiro lugar é necessário ter em mente um treinamento básico de obediência para o cão, pois ele precisa saber quem é que manda, e se ele tiver certa afeição com a pessoa facilita bastante, pois ele irá querer fazer as coisas certas somente para agradar seu treinador, aceitando como recompensa apenas um carinho ou afago na cabeça dispensando petiscos e outras guloseimas. Ele tem por prazer arrebanhar o gado e isso facilita nosso trabalho de simples educação para o cão. Pela sua grande disposição e energia alem do trabalho com animais o Boiadeiro Australiano vem sendo empregado em outras atividades humanas e esportes caninos como o Agility, o qual vem ganhando grande destaque pela sua velocidade e agilidade. Vou descrever algumas especificações das variedades de trabalho e os pontos a favor da raça para estas atividades.
Creio que uma descrição de como treinar em um passo a passo não seria ideal para o momento, devido a sua tamanha complexidade e paciência exigida por parte do treinador, é preciso mais que isso, é preciso um estudo do comportamento do animal primeiramente.Para o ideal adestramento do seu cão indicamos Centros de Treinamento especializados como podemos indicar alguns parceiros.
 
Agility
Pontos a favor no treinamento para o agility
- O pastoreio exige velocidade e agilidade, com habilidade para esquivar-se; isso faz com que possam fazer curvas fechadas e em alta velocidade. No meio do percurso podem ser tão velozes quanto os Boder Collies;
- Fáceis de serem treinados, mas seja explícito no que você quer;
- Tende a lembrar exatamente como você quer que as coisas sejam feitas, logo, é muito consistente e confiável - desde que ele tenha decidido que você é quem manda na dupla;
- Eles têm um salto e tanto, e podem saltar um obstáculo facilmente sem impulso, se necessário. Nas mãos certas, esses cães podem ir ao topo - dois dos times que venceram no Campeonato Mundial tinham Australian Cattle Dogs.
- É difícil explicar como eles são diferentes dos Border Collies - sem contar a aparência - pois eles têm muitas características em comum - inteligência, obsessão por trabalho e parceria, velocidade e flexibilidade, facilidade de treinamento. Mas eles são diferentes, provavelmente porque eles ainda são relativamente naturais e pouco modificados em relação aos pastores originais das áreas desertas e pouco povoadas da Austrália, com sua ancestralidade dingo bastante aparente.
 
Pontos contra no treinamento para o agility
- Agility não é pastoreio, então eles devem ser encorajados para usar sua velocidade;
- Ainda não há Australian Cattle Dogs (ACD) suficientes no Agility para podermos vê-los na melhor forma, isto é, os melhores cães com condutores de ponta.
 
 
 
Profile
 
Pastoreio heelerboi
Cada vez mais os cães assumem um lugar de importância na vida do homem. Seja como simples companheiro de caminhadas, seja como guardião de propriedades ou, ainda, utilizando seus instintos ancestrais de caça no pastoreio de rebanhos.
.O treinamento, que começa aos doze meses, consiste em fazer a parceria com o cão, para que ele trabalhe para nós. Antes de se iniciar o trabalho com o rebanho (qualquer que seja o cão ou o rebanho) é fundamental que o cachorro não receba o adestramento básico de obediência tradicional. Antes disso, o cachorro vai ser submetido a alguns testes para verificar suas aptidões de pastor e no máximo, será ensinado a atender ao comando "AQUI".
 
De que forma?
Cada raça tem um ‘estilo’ de pastoreio. No caso do Border, os exemplares têm como principal característica de trabalho o "trazer", ou seja, ele dá a volta e coloca naturalmente, o rebanho entre o cão e o condutor.
Já no caso do Blue Heeler, a principal característica é de atuar como "empurrador", ou seja, ele se coloca naturalmente voltado para o rebanho e de costas para o condutor.
 
O adestramento consiste em colocar "comando" nos movimentos naturais destes cães para que, sob a ordem do condutor o cão leve o rebanho ao lugar desejado, não importando se empurrando ou trazendo.
Os cães devem ser ensinados a executar os movimentos básicos: cercar o rebanho no sentido horário e anti-horário, deitar, parar, andar, morder. Para que o cão execute corretamente cada um desses comandos há a necessidade de um intensivo treinamento não apenas do cão, mas também de seu condutor, já que é fundamental que ambos saibam exatamente o seu papel durante a jornada de trabalho.
 
O tamanho do rebanho pode variar muito e já existe uma raça especializada em latir, no trabalho com grande rebanhos, para avisar aos animais da frente, que existem cães pastores trabalhando lá atrás!
O cão de pastoreio pode ser encarado como um bom e barato implemento agrícola! Um funcionário que não falta no serviço, não tem férias, não tem encargos sociais, não reclama e ainda ama o patrão!
 
Sempre indicamos para um melhor e satisfatório adestramento a consunta de profissionais no ramo!
Consulte nossos parceiros.